segunda-feira, outubro 22, 2007

Agradecimento

Post dedicado ao Sem Nome, à família que o acolheu e a todos que o quiseram ajudar.



Mais uma vez vimos aqui agradecer publicamente um donativo efectuado.

Este donativo é o resultado de uma onda de solidariedade que se gerou para ajudar o Sem Nome, um cão abandonado, atropelado, bastante ferido e muito magro, encontrado pela Carla, uma sócia do Cantinho dos Animais.


Como o seu estado era muito grave, permaneceu internado no veterinário durante 5 dias. Infelizmente não sobreviveu.

Através do seu blog, a Carla divulgou a situação e muita gente demonstrou vontade em ajudar.

Se o Sem Nome tivesse sobrevivido ás infecções que trazia, teria depois sido operado a uma patinha partida, certamente em resultado de um atropelamento.

Como esta cirurgia era cara (cerca de 300€), muita gente acabou por demonstrar interesse em ajudar e ela acabou por receber uma quantia em donativos para este fim.

Como, infelizmente, o Sem Nome faleceu, a Carla colocou a hipótese de devolver o dinheiro ás pessoas que tinham contribuído. Como as pessoas que contactou manifestaram a vontade de que o montante fosse doado a uma instituição de apoio aos animais abandonados, a Carla lembrou-se de o doar ao Cantinho dos Animais.

O montante angariado (170€) reverteu para o pagamento de despesas médico-veterinárias e foi entregue directamente na clínica veterinária que presta assistência ao Cantinho dos Animais.

A todos que, ao ajudar o Sem Nome, ajudaram também o Cantinho dos Animais, o nosso Muito Obrigado! Um Obrigado muito especial à Carla!

Para saberem mais da história do sem nome vejam o
blog da Carla.

2 comentários:

isa disse...

Infelizmente não conhecia o blog da Carla nem o caso do Sem Nome. Acho que esta página do Cantinho também podia ter mais utilidade nesse sentido. Aliás aproveito para dizer que hoje à hora de almoço vi vários cães perdidos/abandonados e mais 2 ontem ao fim da tarde. Ontem: uma labradora amarela com coleira, seguida de um macho daqueles cinzento matizado e branco no peito (não me lembro da raça) na zona do clube de ténis. Hoje: um parecido com border collie, preto e branco, perto da rotunda ao fundo da rua de aviz, um pequenito castanho claro com orelhas felpudas, na rotunda que sai para Estremoz, um todo castanho cor de mel, pelo comprido, na cidade. Tudo com ar perdido! Eu faço o que está aomeu alcance, divulgo, participo em despesas quando posso, pois para acolher não tenho condições. Évora ainda tem muito que aprender...
E será que já assinaram a petição a entregar na Câmara?

Carmo Mendonça disse...

Bem eu não conhecia o caso do sem nome e infelismente há muitos sem nome por aí, é de partir o coração... Parabéns à carla pelo bloge pela ajuda à causa, a verdade é que uns fazem tudo o que está ao alcance outros nada fazem.... Eu tento fazer tudo o que posso e muitas vezes sem ajudas, também o meu blogue tem o intuito de ajudar os bichinhos "descartáveis" espermos que um dia isto melhore.